OS MILAGRES DA MINHA VIDA – Para quem crê, não existe impossível, existe milagre!

 

Venho relutando há muito tempo em contar meus testemunhos aqui no blog, pois me sinto insegura em escrevê-los e não conseguir passar aquilo que realmente aconteceu, toda a realidade e a sensação de cada momento. Não é fácil escrever uma história real e conseguir transmitir toda a emoção da situação.

Ontem à noite, estava eu pensando em como o Senhor cuida de mim, lembrei de tantas coisas que já aconteceram em minha vida, e me dei conta de que tenho testemunhos a beça pra contar e que eles podem edificar outras pessoas.

Mas no momento em que eu estava orando e refletindo sobre isso, o Espírito Santo me cobrou essa atitude, foi como se ele dissesse claramente para mim “chega de adiar, os feitos do Senhor, precisam ser propagados”. Então finalmente tomei a decisão de compartilhar com vocês meus testemunhos, que não são assim, extraordinários, mas para mim são milagres que o Senhor realizou em minha vida, e que causaram grandes transformações em mim.

Como não será possível contar todos eles em apenas um post, decidi dar um título para o artigo “OS MILAGRES DE MINHA VIDA” e dividi-los em séries com subtítulos, cada um com um tema daquilo que aprendi.  Eu espero que cada um deles venha edificar sua vida e de outros também.

O inimigo já tentou de várias formas, acabar com minha vida, mas em todas elas o Senhor demonstrou o seu amor por mim, em todas elas o inimigo foi derrotado.

Sou de uma família cristã desde que me conheço por gente, meus pais e também meus avôs que eram pastores. Mas acredito que mesmo vindo de uma família cristã, muitas vezes precisamos passar por coisas para testar a nossa fé e testemunhar.

Testemunho

“Quando eu tinha quatro anos, eu tinha um probleminha de ficar chupando muito o nariz, que para muitos era considerado algo normal pra uma criança. Mas meus pais começaram a estranhar essa mania, pois era algo muito constante e que já estava prejudicando minha respiração, pois eu só respirava pela boca, e foi quando meu pai fez um teste tampando um lado de cada vez e pedindo para eu assuar o nariz, que ele percebeu que algo estava errado, o ar só entrava e saía por um lado do meu nariz. Então eles me levaram ao médico e lá começou toda a nossa luta.

Os médicos me analisaram e chegaram ao diagnóstico, contaram para meus pais que o que eu tinha não era carne esponjosa como muitos pensaram, e sim um osso, eu tinha um osso a mais em minha face, que havia tampado o meu nariz e por esse motivo eu só conseguia respirar pela boca. Disseram então, que eu tinha que ser operada, porém seria uma operação de risco pela minha idade e também por eles nunca terem visto algo parecido e por isso, seria a primeira vez q eles fariam uma operação como aquela, ou seja, eu seria uma cobaia.

Pois bem, meus pais entraram em desespero, porque se eu não tirasse o pedaço daquele osso, eu teria sequelas graves conforme fosse crescendo. Então eles aceitaram e entrei para a mesa de cirurgia. Lembro-me de algumas cenas, uma delas foi de quando eu estava deitada sobre uma cama muito grande, minha mãe estava de um lado da cama e um homem vestido de branco estava do outro lado, entramos em um elevador enorme e lá eu lembro que eu repetia muitas vezes “Mãe, fica comigo! Mãe! A senhora vai comigo? E ela me respondia que sim, então me separaram dela, e aí lembro que chorei compulsoriamente, entramos em uma sala eu e aquele homem, ele colocou um tubo muito grande em minha boca e nariz, e eu chorava muito então comecei a sentir uma dormência e dali não me lembro de mais nada.

Tudo o que vou contar agora foram os relatos de meus pais e de amigos e parentes que acompanharam o caso.

Os médicos tiveram que deslocar minha mandíbula, pois a cirurgia foi feita pelo céu da boca. Abriram um buraco enorme no céu da minha boca e por ali eles conseguiram cortar o osso. Tudo correu bem, até aí. Depois disso eles tinham que costurar o céu da minha boca, pois o buraco era enorme, eles costuraram uma vez, mas passaram alguns dias o buraco abriu de novo, costuraram a segunda vez, o buraco abriu de novo, costuraram a terceira, mas abriu de novo… Sei que foram cinco tentativas, todas sem sucesso. Se não me engano, fiquei um ano internada em estado vegetativo. Outra cena que me lembro, mas não sei em qual momento foi, lembro de estar em um quarto muuuuuuuuuuuuuuuito grande e de pedir para ir ao banheiro e minha mãe me levou ao banheiro com todos aqueles aparelhos ligados em mim, depois me lembro de ver meu pai dando um murro na parede do hospital perto do quarto de nervoso, e me lembro de ver outro dia, minha mãe encostada perto do elevador chorando muito. Até que chegou o dia em que os médicos chegaram a meus pais e falaram que não tinham mais o que fazer por mim, que eu teria pouco tempo de vida e que se eu sobrevivesse, ficaria pro resto da vida em uma cadeira de rodas, pois apenas um lado do meu pulmão iria se desenvolver e que conseqüentemente, ficaria sem paladar e sem olfato. Minha mãe disse que meu pai pegou o médico pelo colarinho e começou a brigar com eles, culpando – os por eu estar daquele jeito.

Então minha mãe tomou uma atitude muito corajosa pelo desespero, ela foi para um canto do hospital perto do quarto, colocou a testa na parede, com toda a fé que ela tinha, começou a orar a Deus assim: “Não foi o Senhor que meu deu ela? O senhor me disse que eu a teria, foi tu que a me deste,  linda e saudável. Pois então! Não quero ver minha filha viva, sofrendo em uma cadeira de rodas. Ou o Senhor a deixa perfeita e saudável ou pode levá-la.

Até hoje penso neste momento em que minha mãe teve com Deus, o seu desespero a fez realmente usar a sua fé e a sua autoridade espiritual, fazendo tal oração.

Então meus pais foram até os médicos e falaram que eles não podiam mais me tocar e que me levariam para casa. Os médicos permitiram e fizeram meus pais assinarem  um termo de responsabilidade, cientes de que eu poderia morrer a qualquer momento. Minha mãe disse aos  médicos: “O meu Deus vai curá-la, e eu vou trazer ela aqui de volta para mostrar a vocês o que Ele faz” os médicos responderam que só um milagre mesmo poderia me salvar.

Fomos pra casa e me lembro de ficar no berço boa parte do tempo, eu me alimentava por uma sonda em meu nariz e minha mãe disse que o buraco que eu tinha no céu da boca era enorme, que dava pra ver o osso do outro lado. Passava os dias e ela disse que o buraco já estava apodrecendo e que fedia muito. Minha mãe disse que muitas pessoas das igrejas entraram em
campanha pela minha cura e o pastor da nossa igreja, Pastor Lauro, ia todos os domingos após o culto orar por mim.

Até que começaram a notar, sem explicação alguma, que no céu da minha boca começou a nascer uma carne nova, parecia carne de bebê, novinha e vermelhinha, e o buraco começou a  se fechar,  até que ficou apenas um buraquinho do tamanho de um grão de arroz. Eu já estava bem, comecei a comer normalmente pela boca, respirava bem, sentia cheiro, gosto e andava perfeitamente. Então, Deus usou um profeta de uma igreja e falou que Ele havia deixado aquele pequeno buraco no céu da minha boca, pois quando contássemos a cura, muitos não iriam acreditar. (sim, eu ainda tenho esse pequeno buraco no céu da boca).

Minha mãe então me levou até os médicos de novo, ela disse que eles ficaram chocados quando me viram, e que chamaram toda a equipe de médicos que havia me operado, fizeram uma roda e me colocaram no meio, e eles (que eram todos japoneses) falavam assim: “Realmente foi um milagre, realmente esse Deus a curou”. Eles queriam fazer novos exames, mas minha mãe não deixou, pois Deus havia dito que eles não podiam mais tocar em mim. “

Quando você se torna filho de Deus, quando você decide realmente crer e praticar a Palavra Dele, você entra em uma nova dimensão chamada Reino de Deus, e não somente herda suas bênçãos, mas seus inimigos também, porém Cristo está em você e se Ele está em você não existe medo ou dúvida, apenas a fé e uma paz que excede qualquer entendimento.

O maior inimigo de Deus é Satanás, cujo propósito é destruir a sua obra. Ele quer destruir a sua fé em Deus, pois sem ela é impossível agradar a Ele. Mas quando leio o versículo 24 de I Pedro 2: “Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados.” é impossível não ter fé e não crer Nele quando você entende isso. A minha mãe, diante daquela situação, decidiu crer e finalmente provar daquilo que Jesus já fez por nós lá na cruz, Ele já nos curou. Ela conhecia e conhece esse amor e sabe que Ele é a vida que cura e restaura. (Êxodo 15:26). Acredito que em meio ao desespero, ela até deve ter se alterado um pouco, mas a sua fé foi maior. Deus é bom e ponto!

O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.
(1 João 5:4)

Hoje eu falo mais que a boca, canto, grito, pulo, adoro comer e tenho paladar e olfato perfeitos, e praticamente em toda a minha adolescência pratiquei esportes, fazia ginástica olímpica e balé. Hoje não paro de louvar a Ele e sei que esse milagre em minha vida, teve e ainda tem um propósito e tudo isso para que o nome Dele seja glorificado.

“Para quem tem fé, não existe sorte, existe Deus. Para quem
tem Deus, não existe perda, só vitória. Para quem crê, não existe impossível, existe
milagre!”

“O artigo “MILAGRES DA MINHA VIDA” faz parte do blog Senhora Bagunça DIY, onde serão escritos em partes, os testemunhos da minha vida e que assim como me transformou e me edificou, assim também seja com você. E se você achar que pode edificar o dia de algum amigo ou amiga, ajude a compartilhar! Isso ajudará a espalhar o amor do nosso Pai e poderá dar a esperança novamente a alguém! Fiquem ligados para o próximo post!”


 

6 thoughts on “OS MILAGRES DA MINHA VIDA – Para quem crê, não existe impossível, existe milagre!

  1. Lindo testemunho, que o Senhor Jesus te abençoe a cada dia, e que através do teu testemunho, e o seu louvor muitas vidas sejam levadas as este Deus tão poderoso em seus feotos, o Deus que surpreende.

    1. Olá pastor Gilmar! Obrigada. Realmente é isso que quero, mostrar a todos o quanto nosso Deus é amor e poderoso para realizar o impossível por nós.
      Obrigada por sua visita, adorei!
      Bjinhos
      Layde

    1. Oi Lindy! Louvo a Deus por você ter sido tocada. Ele é bom neh. Você também é mãe e deve imaginar como é ter uma fé dessa pelo filho. Adorei sua visita!
      Bjinhos
      Layde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *